Vai ser na Arena Socioambiental que o governo federal vai dialogar com a sociedade civil sobre temas sociais durante a Rio+20. Nos jardins e pilotis do Museu de Arte Moderna (MAM) do Rio, no aterro do Flamengo, vão rolar debates, programação cultural e mais um monte de coisas bacanérrimas de 16 a 22 de junho. E, como se não bastasse, o espaço é 2.0!

Baseada na ideia de que não se faz desenvolvimento sustentável sem inclusão social e combate à miséria, a Arena Socioambiental realiza dois diálogos por dia, com três debatedores presencias – incluindo membros do governo e representantes da sociedade civil – e um webconferencista cada, na Arena Encontros Globais. Os debates trazem temas como direitos humanos, combate à pobreza, democracia, autonomia das mulheres, cidades, soberania alimentar e mais um monte de assuntos superinteressantes. Tudo no contexto do desenvolvimento sustentável.

No intervalo entre eles, o Palco #SonoroBrasil apresenta uma programação cultural popular que valoriza a diversidade do povo brasileiro, com atrações de diferentes regiões do país e estilos musicais diversos.

Toda a programação desse espaço, incluindo diálogos e atrações culturais, vai ser transmitida ao vivo pelo blog arenasocioambiental.org, que estará no ar em alguns dias. O código-fonte também será distribuído para quem quiser transmitir em seu blog ou site particular. Uma equipe de primeira vai fazer a cobertura interativa nas redes sociais de tudo que estiver acontecendo por ali. Aliás, vale seguir e compartilhar as redes da Arena no Twitter (@ArenaRIO20) e no Facebook. Tweets citando a hashtag #ArenaRIO20 vão aparecer no painel de LED montado dentro do espaço, somando ao debate que estará rolando ali para um público presencial de 350 pessoas (a entrada é livre!) e quem estiver acompanhando pela rede.

Os debates acontecem todos os sete dias da Arena Socioambiental, das 14h30min às 16h30min e das 17h30min às 19h30min. A programação cultural começa às 16h30min.

Além da Arena Encontros Globais, onde fica também o Palco #SonoroBrasil, a Arena Socioambiental traz a Exposição Portinari+Brasileir@s (baseada no slogan “O Brasil é um país que cresce, inclui e protege”), a Praça da Sociobiodiversidade (onde vai dar pra dar uma engordada com produtos de todas as regiões do país) e o Café+20 (com produtos da agricultura familiar).

A coordenação da Arena Socioambiental é do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, com participação dos seguintes ministérios: Meio Ambiente; Desenvolvimento Agrário; Saúde; Educação; Justiça; Agricultura, Pecuária e Abastecimento; Comunicações; Previdência Social; Aquicultura e Pesca; Integração Nacional e Secretaria-Geral da Presidência da República. E das secretarias: Direitos Humanos; Políticas para as Mulheres e Políticas para a Promoção da Igualdade Racial. Os principais patrocinadores são Correios e Banco da Amazônia.

Comentários