Os números provam o falso déficit zero de Yeda

A juventude do PSDB (por incrível que pareça, existe) no Rio Grande do Sul respondeu a meu questionamento sobre a não-disponibilização do plano de governo de Yeda Crusius com os seguintes tweets: “Ele (sic) esta cumprindo com o que prometeu e cumprindo tbm com o que os outros governadores prometeram e não pagaram…” e “Rigotto, Olivio e outros deixaram uma divida enorme e a Governadora Yeda pagou tudo sem deixar de investir no estado!”.

Não é o que diz o Portal da Transparência, do governo do estado. Alguns números para nos esclarecer a vida:

Os investimentos totais com a Secretaria da Educação foram de R$ 3,63 bilhões em 2008 e de R$ 2,03 bilhões em 2009. E, pelas informações dos três primeiros meses, devem ser ainda menores em 2010.

Ao mesmo tempo, a população do estado entre 0 e 19 anos diminuiu de 3,37 milhões em 2006 para 3.33 milhões em 2008, segundo dados da Fundação de Economia e Estatística (órgão do estado, olha só), o que dá uma diferença de 46.690 pessoas. Mas pelo Censo Escolar obtido através da Secretaria da Educação, a diferença no número de matrículas no mesmo período foi de 126.129. Há uma defasagem de 79.439 jovens que constam nos dados populacionais oficiais do estado mas que não fizeram matrícula em instituições de ensino.

Segundo a FEE, o PIB do RS cresce sem parar desde 2002 até 2009, período a que tive acesso aos dados. Ou seja, nada justificaria uma diminuição nos investimentos.

Yeda alardeou que conseguiu o tal déficit zero. Mas a que custos?

Os números provam o falso déficit zero de Yeda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s