Zero Hora: um Mundo de bobagens

Zero Hora de domingo:

Três páginas de Mundo. A primeira e maior matéria, sobre o secretário de Comércio Interior da Argentina. Mas a chamada na capa é sobre a nova primeira-dama britânica (embora eu ache que, no caso inglês, a dama que vem em primeiro lugar seja a rainha, o jornal atribui a alcunha a Samantha Cameron, mulher do primeiro-ministro David), que divide a terceira página da editoria com um texto sobre a extravagância das roupas do primeiro-ministro japonês. Uma página inteira – um terço do espaço – para futilidades (isso sem contar a nota sobre o nascimento do terceiro filho de Cláudia Schiffer)! A Zero Hora é muito ruim ou o jornalismo é mesmo um apanhado de bobagens?

Zero Hora: um Mundo de bobagens

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s