Poder: “o perigo de uma história única”

São quase 19 minutos capazes de uma verdadeira mudança de paradigma. O discurso é meio longo para esses tempos de velocidade, mas não estamos falando justamente em mudar parâmetros? Roubei do blog do Sátiro, que roubou do Brizola Neto, o relato da escritora nigeriana, Chimamanda Adichie, que faz repensar nossas concepções. Se o espectador acha que a África é um país cheio de macacos cercados por crianças esqueléticas ou se tem uma visão mais verdadeira e humana do continente, pouco importa. Vai interessar a ambos. Talvez de jeitos diferentes, talvez toque em pontos diversos do sentimento e da compreensão. Mas vai tocar.

—————-

“Poder é a habilidade de não só contar a história de uma outra pessoa, mas de fazê-la a história definitiva daquela pessoa.”

—————-

Para legendas, é só clicar em subtitles e escolher o idioma.

Poder: “o perigo de uma história única”

2 comentários sobre “Poder: “o perigo de uma história única”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s