Estadão baixa o nível com Lula de vez

É sutil, mas Luiz Carlos Azenha observou e comentou muito bem. O terceiro parágrafo do editorial do Estadão de ontem, dia 30, diz: “Mas a megalomania se livra dos arreios quando, para justificar o seu intento de fazer pelos latino-americanos, caribenhos e africanos o que se vangloria de ter feito pelos brasileiros, Lula não deixa por menos: ‘Não podemos ser uma ilha de prosperidade cercada por um mar de pobreza e injustiça social.'”

No “se livra dos arreios”, chama o Lula de quadrúpede. A análise de Azenha ressalta que a afirmação faz parte do ódio de classe da elite brasileira, conservadora, reacionária. Fica mais feio para o Estadão do que para Lula.

Estadão baixa o nível com Lula de vez

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s