Carta Capital manifesta apoio a Dilma

A edição dessa semana de Carta Capital é daquelas de serem guardadas para consulta futura. No editorial assinado por Mino Carta, a revista apóia a candidatura Dilma Rousseff à Presidência da República, como já fizera com Lula há quatro e oito anos. Mas, além do fato em si, já significativo, ela é histórica também pela explicação que dá. Uma verdadeira aula de jornalismo.

Mino Carta explica aos desavisados que defender uma candidatura não significa jornalismo cego, não leva a ignorar os problemas que essa mesma candidatura venha a apresentar. Aliás, a título de exemplo, aponta decisões do governo Lula com as quais Carta Capital não concorda e sobre as quais escreveu no seu devido tempo. Ainda assim, vê Dilma como a melhor entre as opções disponíveis.

O jornalista continua: a prática de apontar uma escolha editorial para a disputa eleitoral é adotada pelos grandes veículos do mundo. No Brasil, esse saudável exercício de democracia não é usual, por isso estranha. Talvez – e agora sou eu quem digo – seja porque não tenhamos veículos de fato grandes no país. Mostrar para o leitor qual a posição da revista é uma demonstração de honestidade, de decência, para ele saber o que está lendo, de quem está lendo.

Reconhecemos em Dilma Rousseff a candidatura mais qualificada e entendemos como injunção deste momento, em que oficialmente o confronto se abre, a clara definição da nossa preferência. Nada inventamos: é da praxe da mídia mais desenvolvida do mundo tomar partido na ocasião certa, sem implicar postura ideológica ou partidária. Nunca deixamos, dentro da nossa visão, de apontar as falhas do governo Lula. (…)

Hoje apoiamos a candidatura de Dilma Rousseff com a mesma disposição com que o fizemos em 2002 e em 2006 a favor de Lula. Apesar das críticas ao governo que não hesitamos em formular desde então, não nos arrependemos por essas escolhas. Temos certeza de que não nos arrependeremos agora.

Carta Capital manifesta apoio a Dilma

2 comentários sobre “Carta Capital manifesta apoio a Dilma

  1. Paulo de Castro disse:

    Acho bacana quando uma revista, jornal ou emissora declara abertamente o apoio a um candidato. Faz parte do jogo da democracia.
    E é bom também que isso serve para orientar o consumidor. Eu não votarei na Dilma, e como a Carta Capital a apoia, não a comprarei.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s