O Afeganistão e a defesa do Império

“A única razão de a ocupação continuar é a de que assumir o fracasso total exporia a vulnerabilidade do Império.” A frase é do professor de Filosofia da Universidade de Maryland Andrew Levine a respeito do Afeganistão, roubada da Carta Capital da semana passada.

Poucas palavras, mas de um significado grande. São aquelas coisas da política que, por tão discutidas, passam como decisões de gabinete, apenas. De fato, coisas da política. Mas peraí, tudo bem que não interessa expor o Império, pelo menos para o próprio. Mas, colocada ao pé da letra, a decisão é de uma desumanidade assombrosa. A defesa da imagem de uma nação – porque é só isso: imagem – importa mais que pessoas, vidas. Porque tem gente morrendo, gente sofrendo por causa dessa imagem. Não quero um pensamento simplista, mas não é isso, no fim das contas?

O Afeganistão e a defesa do Império

2 comentários sobre “O Afeganistão e a defesa do Império

  1. Cleberson Silva disse:

    No caso do Afeganistão, a imagem é muito importante para os Estados Unidos, pois é necessário passar a mensagem de que atos terroristas feitos contra eles serão rechaçados com brutalidade, para desmotivar a realização de novos ataques. Ainda que isso custe bilhões de dólares para o contribuinte americano e custe a vida de um punhado de militares americanos e de um considerável contingente de afegãos.
    Do contrário, seria passada uma mensagem de incentivo aos terroristas de plantão pelo mundo após o 11 de setembro, de que qualquer abobado com meia dúzia de AK-47 e alguns homens-bomba poderia colocar de joelhos a maior potência econômica e militar do planeta.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s