Blog da Folha cata fator negativo no almoço de Tarso com tuiteiros

Malandragem no blog Presidente 40, da Folha.com. Começa no título do post: “Tarso convida para almoço, mas eleitor paga a conta”. “Mas” é uma conjunção de adversidade que introduz uma oração que se oponha à anterior, é uma relação de contraste. Nesse caso, não há contradição, ela foi criada.

Mas continua. O “com um detalhe” do primeiro parágrafo é também sacana. Existem vários detalhes na história e definitivamente esse não é o mais importante. Por exemplo, poder-se-ia dizer que Tarso foi o primeiro a promover uma atividade desse tipo. Detalhe muito mais relevante do ponto de vista político.

Outro agravante: o fato de o eleitor pagar a conta é apontado como fator negativo. Não parece muito melhor que seja assim do que o candidato gastar dinheiro de forma excessiva em sua campanha? Até porque a lei proíbe que Tarso pague. Ou seja, nada mais natural que seja dessa forma.

Mais uma astúcia do blog é dizer que o “eleitor” paga a conta. Parece aquelas matérias que falam que tal ato foi pago com dinheiro do contribuinte, levando a crer que estamos todos sendo sacaneados, pagando para meia dúzia comerem bem.

Quem vai pagar o almoço com Tarso são os 200 que se dispuseram, que pediram para almoçar com ele. Quando saio com amigos, sempre pago a minha conta de bom grado. Em encontros profissionais acontece o mesmo. Por que agora seria diferente?

O segundo parágrafo diz que “o petista optou por agraciar seus convidados apenas com a presença”, como se o almoço fosse um presente de Tarso para tuiteiros. Essa é uma atividade de campanha, com apoiadores, militantes.

Caso a Folha não saiba, é muito normal os políticos fazerem atividades em que cada um pague a sua parte. E cobrar a mais para juntar dinheiro para a campanha, o que o post critica, é tão corriqueiro quanto. Isso sem contar que provavelmente o dinheiro não vá pra campanha, mas pro próprio restaurante.

Ou é malandragem mesmo ou a Daniela Lima nunca acompanhou uma campanha eleitoral – e aí seria muito feio colocar para escrever um blog de eleições alguém que não entende de política. Ou o problema é um candidato do PT ser aberto a uma conversa com tuiteiros, que, ainda por cima, vão pagar por isso. E contentes.

Blog da Folha cata fator negativo no almoço de Tarso com tuiteiros

3 comentários sobre “Blog da Folha cata fator negativo no almoço de Tarso com tuiteiros

Deixe uma resposta para claudia cardoso Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s