Militância pró-Dilma mostra sua força em Porto Alegre

Admito, andei preocupada ao ver a militância meio parada em Porto Alegre semana passada. Hoje a quantidade de gente e a vontade de garantir a continuidade de um projeto de desenvolvimento para o Brasil me devolveram todo o ânimo.

O governador eleito do RS comandou a caminhada (atrás do braço do ex-governador Alceu Collares, na primeira foto). Artistas, jornalistas, advogados, trabalhadores de todas as áreas, estudantes, aposentados fizeram coro às palavras de Tarso Genro, que falou sem microfone e teve suas frases repetidas pelo grupo que o acompanhava mais de perto. Assim, todos puderam ouvir o chamado para elegermos Dilma presidente.

Uma das características mais fortes do ato foi a presença de lideranças de outros partidos, que se uniram à luta para o Brasil continuar mudando, entenderam que o que está em jogo não é apenas uma vitória política, muito menos uma disputa simplesmente eleitoral, mas que a eleição atual coloca em jogo um modelo de desenvolvimento.

Só de pensar na possibilidade de os brasileiros colocarem de novo o PSDB no Palácio do Planalto, gelo. Tenho medo, juro. Não como aquele do terrorismo da Regina Duarte. Sei que o Brasil não vai explodir. Mas sei que será um retrocesso tamanho que me assusta. Um retrocesso nas políticas sociais, que melhoram a vida do povo pobre. Penso não nos números, mas nas pessoas. E fico triste com a possibilidade.

Bem, passou. Sei que isso não vai acontecer, porque o Brasil não vai se deixar enganar por essa campanha baixa que desvia do tema e usa a calúnia como principal argumento.

No Brique, hoje de manhã, vi de novo a alegria de fazer parte de uma campanha positiva. Que fala de projetos, enquanto a direita fala de comportamentos, como disse Flávio Koutzii.

Até o pônei Rochinha sabe o que é melhor para os brasileiros.

Militância pró-Dilma mostra sua força em Porto Alegre

2 comentários sobre “Militância pró-Dilma mostra sua força em Porto Alegre

  1. Cleberson Silva disse:

    Os militantes pró-Dilma de Porto Alegre têm muito o que comemorar mesmo, afinal, seu índice de desemprego, a partir de 1º de janeiro, despencará.
    Não faltarão cargos de confiança e ONGs abastecidas com dinheiro público a ocupar no governo do estado, o que desde 2004, com o fim do governo Verle em Porto Alegre, não acontecia.
    O motivo é torpe, mas compreendo a alegria.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s