A única negra do Miss RS

Ontem 30 meninas caminharam em uma passarela do Barra Shopping Sul, em Porto Alegre, sorrindo e acenando, fazendo de tudo para convencer o júri de que era a mais bonita do estado. Todas altas, magras, cabelos lisos. Uma delas era negra. No Miss Rio Grande do Sul, apenas uma negra representou a mulher gaúcha. Como escolher a mulher mais bonita entre 30 mulheres quase iguais?

De um modo geral, aquelas 30 meninas não representam a mulher gaúcha. Podem, no máximo, representar o tipo físico das gaúchas. Apenas uma em cada 30 mulheres em nosso estado é negra? E, como já era de se esperar, essa uma já foi vítima de preconceito, como atesta o leitor Nélio Schneider, que printou um comentário no Wikipedia e sugeriu o post.

Vale dar uma bisbilhotada nos vídeos de apresentação das 30 concorrentes a miss. A representante de Alvorada diz que seu papel como miss é “ajudar a sociedade”. Faltou dizer como.

A menina de Estância Velha quer “mostrar nossa cultura, nossa história”. Alguém explica pra ela, pra todas elas, pros organizadores, que é um concurso de beleza, não de conhecimento. Exigir – ou mesmo fingir que exige – domínio de história, de política ou de qualquer outra coisa é uma baita hipocrisia. Sejamos honestos, a considerada mais bonita ganha, e ponto.

A Miss Nova Petrópolis quer “atuar na sociedade”. Ela tem a nobre missão de mostrar pras pessoas “que mulheres bonitas têm conteúdo”. Amiga, nós vivemos em uma ditadura da beleza, são as que não são bonitas que são discriminadas, e não as que não têm conteúdo, infelizmente. Aliás, o que as candidatas a miss fazem ali é justamente fortalecer essa ideia. Elas podem até não se dar conta, mas concursos de beleza fazem isso. De repente valeria a pena mostrar para a sociedade que não precisa ser bonita para ser feliz, que tal? Além disso, a própria beleza é padronizada. Quem determinou que o diferente não é belo?

Mas esses concursos existem há tempos e devem continuar a existir. Que pelo menos então tornem-se um pouco mais representativos, considerando a beleza de todos os tipos de mulheres, cada uma com suas peculiaridades.

A única negra do Miss RS

15 comentários sobre “A única negra do Miss RS

  1. Isso me lembrou de mais uma topada da insuspeita Zero Hora. Ano passado, dedicaram uma página INTEIRA para uma miss mirim gaúcha. 6 anos, devia ter a pequena, tinha que usar até dentes falsos porque os da frente (de leite) tinham caído… a menina parecia de plástico, de tão “adultizada” que foi.

    Bom, mas o que tornava a matéria (mais) ridícula é que, num box, trazia a indicação do filme… “Pequena Miss Sunshine”, que ridiculariza os concursos de beleza. Antes de indicar, seria bom ter assistido o filme – ou pelo menos, o entendido.

    Curtir

  2. Nélio Schneider disse:

    Gostaria de acrescentar que tanto no nível regional (RS), quanto no nível nacional (Miss Brasil) observa-se o mesmo fenômeno. A representação das mulheres negras é raríssima, apesar da proporção de mulheres negras na população. Em toda a história do Concurso Miss Brasil de 1954 até 2010, ou seja, em 66 anos, uma única negra, Deise Nunes – interessante que ela é gaúcha, além de colorada – foi escolhida Miss Brasil (1968). Por que será?
    Acho que foi para compensar isso que se criou o Concurso da Mais Bela Negra do Brasil, que é um espetáculo à parte, mas nem de longe tem a mesma badalação que o Concurso para “Miss”.

    Curtir

  3. Pensei a mesma coisa…

    E mais: reparei que hoje em dia são raras as candidatas a miss que não têm silicone. É um “padrão de beleza” cada vez mais “consumível”, visto que não é qualquer uma que pode pagar por silicone. (Aliás, nem vejo beleza alguma em seios siliconados, são descaradamente artificiais.)

    Curtir

  4. Que mulherada linda! *_*

    Mas uma pena mesmo não valorizarem a beleza da mulher negra. Namoro com uma menina linda, de black power e conheço bem como são estes preconceitos bobos que sempre fazem delas ou fetiche ou descasso em nossa sociedade. Foi assim ao apresentar para a família, para alguns amigos. Em geral.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s