Debate na Globo: o povo não aceitaria manipulação

A Globo não podia fazer diferente. E aí vem o segundo motivo – o primeiro está no post anterior -, além da preparação profissional por que passam os candidatos, que fez com que esse debate não fosse nem de longe uma reprise de 89. A internet, principalmente. Em tempos de Twitter, Facebook e muitos blogs sujos, manipular escancaradamente o que quer que seja é um tiro no pé. Que o diga Serra e sua bolinha de papel ou, pior, Globo e Folha com a bolinha de papel de Serra, em reportagem que envergonham até os funcionários subordinados a Ali Kamel.

Uma mentira muito grande é rapidamente escancarada e pode virar uma vergonha muito grande. A hegemonia dos grandes grupos de comunicação não é mais a mesma. Continuam sendo uma só voz, representantes da mesma camada social, mas não estão mais sozinhos, embora ainda preponderantes. E uma manipulação grosseira poderia desestabilizar sem volta a imagem de um veículo. Poderia derrubar sua credibilidade, com pouca possibilidade de recuperação. Ninguém quer arriscar. Aliás, veículos como Globo, Folha, Estadão já arriscaram mais do que o bom senso recomenda na quase cega campanha pró-Serra que fizeram, e saem desta eleição arranhados, sem a mesma força de alguns anos atrás.

Ganha com isso o eleitor, o cidadão, que está mais atento e vai ganhando novas formas de se manter informado, podendo comparar versões e opiniões para por fim elaborar a sua. Ganha o debate eleitoral, e mais. A tendência é permanente, para além das eleições. Os sinais apontam para uma gradual transformação na sociedade. Ganha, isso sim, a democracia. E que fique claro: não é mérito da Globo, por não ter forçado a barra no debate. É mérito dos brasileiros, que estão mais atentos e não permitiram que a Globo ousasse forçar a barra.

Esse avanço é conquistado dia a dia, com muito trabalho de conscientização. Não é uma conquista de governos ou organizações. É uma conquista da sociedade, da população, que está se articulando para mostrar que essa mídia tem um discurso único e que esse discurso é de direita, elitizado.

Anúncios
Debate na Globo: o povo não aceitaria manipulação

A grande imprensa busca Cloaca News

De Rogério Tomaz Jr., do blog Conexão Brasília Maranhão:

CIA, Globo, Estadão, Eurípedes, Otavinho, Serra, Gilmar Dantas e Sarney de olho Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas

Fontes do PIG informam que o moribundo Estadão enviará dois repórteres camuflados — como blogueiros do interior de São Paulo — para monitorar e registrar a verdadeira identidade do Sr. Cloaca News. Este já declarou que suas exigências para partricipar do I Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas são uma dúzia de acarajés e o filme do Ali Kamel no seu quarto.

Outro que deve aparecer é o brioso professor Hariovaldo Prado, que provavelmente estará incógnito entre os blogueiros vermelhos (que rima horrível!) para denunciar ao mundo a conspiração comunista orquestrada pelos agentes especiais a serviço da ditadura lullo-dilmo-petista, a saber: Luiz Carlos Azenha, Paulo Henrique Amorim, Luis Nassif, Altamiro Borges, Conceição Lemes, Eduardo Guimarães, Conceição Oliveira, Rodrigo Vianna, Renato Rovai e Diego Casaes.

Além de servir almoço grátis, o Encontro vai permitir que comunicadores — que a FENAJ não leia isso! — do Brasil todo debatam inúmeros temas relacionados à Internet, à blogosfera (palavrão para alguns antigos) e à produção/circulação de notícias num tempo em que a comunicação se consolida cada vez mais como direito humano, e não apenas um “serviço”, ainda que de natureza pública e de interesse social.

Tal como a I Confecom — por mais limitada que ela tenha sido, em relação a outras conferências setoriais —, o I Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas possui hoje mais importância no atual cenário político da comunicação do que uma assembleia conjunta de ABERT, ANJ e ANER (as entidades do PIG na esfera da sociedade civil). Mas esse é tema para outro texto.

O certo é que CIA, Globo, Estadão, Eurípedes, Serra, Sarney, Gilmar Dantas Mendes, Otavinho e Sirotsky estarão de olho nessa reunião de agitadores que prometem, pelo menos, twittar muito no próximo final de semana.

A grande imprensa busca Cloaca News