Zero Hora e o Fórum do Instituto Millenium

A Zero Hora tem a pretensão de se colocar no mesmo nível de Folha de S.Paulo, Estadão, O Globo e outros. Ela não só acha que seu conteúdo se equivale como também quer participar de seus encontros, mostrar que divide a mesma ideologia, e acha que tem a mesma representatividade e abrangência. Mas tem ainda um caminho razoável para trilhar e aprender direitinho. Se é que um dia chega lá.

A participação no Fórum Democracia e Liberdade de Expressão, do Instituto Millenium, por exemplo. Lá, reuniu-se a grande imprensa, a de verdade. Juntou os Civita, os Marinho, Otávio Frias Filho. Todos unidos com um único objetivo. Apesar de concorrentes, sua intenção é a mesma, sua ideologia é a mesma. Gilberto Maringoni fala melhor a respeito.

Mas os Sirotsky apenas publicaram algumas poucas linhas no dia 2 de março, dia seguinte ao evento. Apoiando, é claro. Criticando a censura do controle social da mídia e essas coisas todas. Mas daquele jeito de quem não estava lá, de quem vê de fora, de quem quer ser mas não é um deles.

No jornal de sábado, cinco dias depois do tal Fórum, Zero Hora dedica-lhe o editorial. Palhaçada. Defende uma democracia baseada na liberdade de empresa, travestida pelo termo imprensa. Pois se apenas uma pequena parcela da população tem acesso aos meios de comunicação, não fazer nada e deixar a liberdade de ação dar as cartas é ser conivente com uma situação antidemocrática.

Quando poucos têm voz, não há democracia. A liberdade que os grandes meios pedem, e que Zero Hora traduziu tardiamente hoje, é a mesma que derrubou o mercado financeiro em 2008. No caso da crise econômica, deixou-se a cargo das empresas a regulação do mercado. Deixa-se também, há muito tempo, a cargo de empresas a tal liberdade de expressão. São grandes empresas que regulam a comunicação, seu conteúdo, seu formato, tudo.

Empresas que representam uma elite. Uma elite que não é o povo. Se não é o povo, não é democracia.

————-

A charge que ilustra esse post não foi feita para o Fórum Democracia e Liberdade de Expressão. Pra ver como a briga é antiga.
Anúncios
Zero Hora e o Fórum do Instituto Millenium