Das coisas que só acontecem em Lichtenstein

Não chequei, mas a história vale nem que seja só como anedota.

Contou uma colega de Lichtenstein que, alguns anos atrás, o país enfrentava um problema. Para fazer sentido a existência de um setor no governo para tratar de desemprego, era preciso ter desempregados. O departamento tinha dois funcionários, em um país de pleno emprego, no que foi preciso manter um cidadão desempregado para justificar o emprego dos outros dois. Não fosse assim, Lichtenstein ganharia dois desempregados – os funcionários do setor – e ninguém para atendê-los.

Hoje o país piorou muito. Já conta com uns dez desempregados.

Da série de um só capítulo “Das coisas que só acontecem em Lichtenstein”.

Das coisas que só acontecem em Lichtenstein