Software livre, um elemento libertário

Quem não acompanha a discussão de perto quase não fica sabendo, mas terminou hoje em Porto Alegre o Fórum Internacional do Software Livre. É a 11ª edição do evento, que aborda um tema que ainda patina nas discussões de políticas públicas.

Parece coisa de programador, de gente envolvida com a parte técnica da informática, mas vai muito além. A utilização de software livre possibilitaria uma democratização na comunicação. Até porque integra uma discussão mais ampla de liberdade de acesso aos bens culturais. A discussão no FISL 11 é política, social e técnica.

Softwares livres podem ser usados em iniciativas de cultura, de educação, de inclusão social. Eles permitem o uso pleno dos meios digitais de forma gratuita e legal, tornando universal o acesso. Fazem parte de uma visão mais ampla de sociedade como espaço de integração, em que a busca do lucro constante não pode sobressair frente às possibilidades de fornecer uma vida melhor para uma maior quantidade de gente.

É por essa visão que o software livre está nos planos de governos de esquerda, de candidatos comprometidos com valores sociais e dedicados a melhorar a qualidade de vida, ampliando o acesso a música, informação, oportunidades de emprego, cultura de um modo geral, uma vida de fato em sociedade, que hoje em dia não pode mais ser considerada sem o uso de computadores e internet.

O candidato do PT ao governo do RS, Tarso Genro, visitou o FISL hoje à tarde, garantindo que sua campanha será baseada na utilização de softwares livres e que vai continuar o trabalho iniciado por Olívio Dutra, de incentivo ao software livre, que deixou o Piratini em 2002 e já se preocupava com o tema. Ao portal Terra, Tarso defendeu a liberdade propiciada pelo software livre. “O grande impasse que enfrentamos hoje é a quem pertence o que usamos na internet. A resposta é ao usuário. O software livre é um elemento libertário e não há razão, dentro de uma sociedade democrática, para que não lutemos pela sua existência e propagação”, declarou.

Anúncios
Software livre, um elemento libertário